Faça o melhor Churrasco de Hambúrguer

Quando se trata de churrasco, todos querem a mesma coisa: que a carne esteja macia e  suculenta. Hambúrguer é uma opção que pode reunir estas duas qualidades. Você pode optar pelo hambúrguer congelado, entretanto, o feito em casa é muito mais saboroso e confiável. Esta receita abaixo rende hambúrgueres deliciosos, gostaria de tentar?

 

Enquanto aquece a grelha de sua churrasqueira, prepare os hambúrgueres. Coloque a carne moída em uma assadeira limpa. Faça uma abertura central (conforme a foto) e coloque aí a cebola picada, o alho em pó e o molho inglês misturado com shoyu. Caso você aprecie, termine com um pouco de pimenta do reino. Antes de acrescentar sal é aconselhável experimentar.

hamburguer evol passo 2hamburguer evol passo 1

• aromas diferentes: Para um sabor diferenciado, acrescente ingredientes como ervas frescas picadas, molho barbecue, cubos de queijo, azeitonas pretas, tomates secos, bacon crocante, cogumelos.

Misture tudo muito bem.
Divida a carne em porções, faça uma bolinha. Use as mãos para achatar delicadamente cada porção. Tente não compactar a carne.

Grelhe os hambúrgueres por 2-3 minutos de cada lado, para hambúrgueres mal-passados,  3-4 minutos para o “ao ponto” ou 5-6 minutos para o bem-passado. No último minuto de cozedura, coloque uma fatia de queijo no topo de cada hambúrguer.

Coberturas adicionais: tomate, alface, bacon crocante, abacate, cogumelos salteados, maionese, ketchup.

O que você precisa

ingredientes:

1 quilo de carne moída
1 cebola média, finamente picado
2 colheres de chá de molho inglês
2 colheres de chá de molho de soja (shoyu)
1 colher de chá de alho em pó
pimenta do reino
fatias finas de queijo (opcional), como cheddar, suíço, *muçarela. 
pães de hambúrguer

 

(*) A grafia correta é muçarela, com cê-cedilha. Achou estranho e até mesmo feio? Mas gostando ou não, é assim que a palavra está registrada no Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa, o VOLP, publicado pela Academia Brasileira de Letras.
Muçarela deve ser escrita com cê-cedilha e nós vamos te explicar o porquê. Quando o nosso sistema gráfico foi criado em 1943, convencionou-se que, nas palavras estrangeiras aportuguesadas, o fonema /ce/ diante das vogais “a”, “o” e “u” deveria ser grafado com cê-cedilha, tal qual “ça”, “ço” e “çu”. Portanto, se escrevemos paçoca, miçanga, açaí e açúcar, todas de origem estrangeira, por que então escrever muçarela com dois ‘s’? Eis a questão. 

Compartilhe!

[apss-share]